Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Campo Grande realiza blitz educativa Conta Crueldade Animal

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Subsecretaria do Bem-Estar Animal (Subea) e do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), realiza uma blitz de conscientização na praça Ary Coelho nesta sexta-feira (29), sobre o ‘Abril Laranja’, mês da Prevenção Contra Crueldade Animal. A ação acontecerá das 8 horas às 12 horas.

Neste ano, Subea, CCZ, Conselho Regional de Medicina Veterinária de Mato Grosso do Sul (CRMV), Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista (Decat), e o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor de MS (Procon) vão realizar diversas ações de conscientização da população.

No sábado (30), serão realizadas duas ações que fazem parte da programação: a partir das 10h, uma oficina voltada para o público da proteção animal e comunidade em geral, com o tema comportamento psicossocial e legislação animal. Veja informações abaixo:

A segunda parte da programação é uma live, a partir das 15h, com o tema “Abril Laranja – Prevenção Contra Crueldade Animal” e pode ser acompanhada nas redes sociais da SubeaConfira informações a seguir: 

O “Abril Laranja” é uma iniciativa da Sociedade Americana para a Prevenção da Crueldade a Animais (ASPCA, sigla em inglês) e é realizada por diversos órgãos públicos e iniciativas privadas, com o objetivo de prevenir a crueldade contra animais.

“É um mês dedicado para que a população em geral se conscientize, denuncie e entenda a importância dos cuidados com os animais. Com isso a Subea juntamente com alguns parceiros, realiza algumas ações educativas contra a crueldade animal, pois somente com a educação sobre bem-estar animal conscientizarmos a população e principalmente as crianças”, ressaltou a Subsecretária do Bem-Estar Animal, Ana Cristina Camargo de Castro.

Para a coordenadora do CCZ, Juliana Rezende, a identificação de um animal que está em situação de crueldade vai muito além da saúde e integridade física dele. “Esses são animais sentinelas de que pode haver uma situação muito mais agravada naquele ambiente, porque, se ele é vítima de maus-tratos, pode haver uma criança, idoso ou pessoa com deficiência, por exemplo, passando pela mesma situação”, complementa. 

Toda e qualquer denúncia relacionada a crueldade contra animais deve ser feita ao centro e à Decat, uma vez que o resgate destes animais que estão dentro de imóveis privados só pode ser feito através de decisões judiciais. 

Programação
29/04: 08h às 12h – Blitz Educativa, na Praça Ary Coelho
30/04: 10h – Oficina sobre Comportamento Psicossocial e Legislação Animal, no
Teatro do Paço (Para inscrição ligar 2020-1397 ou pelo link)
30/04: 15h – Live Abril Laranja – Prevenção Contra a Crueldade Animal no canal do
Instagram @subeacg

Serviço
As denúncias de maus-tratos podem ser feitas pelos seguintes contatos:
Decat: (67) 3325-2567
Polícia Militar Ambiental (PMA): (67) 3357-1500
Guarda Civil Metropolitana – Patrulha Ambiental: 153
Fala Campo Grande: 156

Colunas