Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Aeródromo Santa Maria começa a operar a noite a partir desta quinta-feira

Com a autorização da Agência Nacional de Aviação (ANAC) garantida após a conclusão da instalação da iluminação noturna das pistas de pouso, decolagem e taxiamento, o Aeródromo Santa Maria começa a operar a noite a partir desta quinta-feira (5), em Campo Grande.

Para a instalação dos equipamentos, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), investiu R$ 2,5 milhões. “Essa obra proporciona melhores condições para quem usa o aeródromo, além de permitir mais uma opção de pousos noturnos em Campo Grande, trazendo também desenvolvimento à nossa Capital”, disse o titular da Seinfra, Renato Marcílio.

Com a nova estrutura, o Santa Maria passa a funcionar como “auxiliar” ao Aeroporto Internacional de Campo Grande. O superintendente Viário da Seinfra, Derick Machado, responsável pelas operações dos Aeroportos do Estado explica que, após o pôr do sol na aviação, que varia todo dia, mas que ocorre geralmente após às 17h30, mesmo com iluminação natural, qualquer pista precisa ter luz artificial balizando a aeronave. “O Santa Maria é um aeródromo estratégico para Campo Grande e a iluminação traz mais flexibilidade para a aviação local”, pontuou o superintendente.

Para operar a noite, além da autorização da ANAC, o aeródromo também precisou de aval do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA). Além da iluminação, a equipe Técnica da Superintendência Viária, fez os projetos necessários apresentados aos órgãos de controle, que homologaram as alterações. Com a modernização, o Santa Maria também passou a ter novas características:  antes a pista era de 1.100 x 23 metros, passando agora para 1.500 x 30 metros.

“Essa mudança de característica coloca o Santa Maria numa posição de destaque na aviação do Estado, além de operar em condições noturnas, permite que aeronaves como jatos executivos de maior envergadura possam escolher o Santa Maria para suas operações, dando assim uma opção mais segura aos usuários”, salientou Derick Machado.

Localizado na saída para Três Lagoas, o Aeródromo Santa Maria está em atividade desde 1980.

Colunas