Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Escola Estadual Indígena Intercultural Guateka – Marçal de Souza recebe reforma

Governo de MS, através da Secretaria de Estado de Educação (SED), entregou mais uma obra de reforma em unidade escolar da Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul (REE/MS), A Escola Estadual Indígena Intercultural Guateka – Marçal de Souza, localizada na Aldeia Jaquapiru, no município de Dourados.

Dança das Mulheres – SIPUTERENA, coordenada pela professora Noemi Francisca

Iniciando a solenidade ocorreu apresentação cultural intitulada Dança das Mulheres – SIPUTERENA, do povo Terena, sob a coordenação da professora Noemi Francisca. No final da solenidade ocorreu apresentação de dança intitulada GUACHERÊ, do povo Guarany, coordenada pelo professor Zé Nilton Fernandes.

Secretário adjunto de Estado de Educação Edio Castro fez questão de quebrar o protocolo e anunciou a fala da secretária Cecilia Motta, “há três anos governador me deu uma missão de assumir como gestor adjunto da SED, na verdade não foi uma missão, foi um presente, poder trabalhar com uma pessoa tão dedicada, que está há 50 anos lutando em prol da educação brasileira e com uma vitalidade invejável ”. Relatou.

Secretária de Estado de Educação Cecilia Motta ressalta governo municipalista

Governo municipalista

Secretária de Estado de Educação Cecília Motta falou do empenho do governador Reinaldo Azambuja em prol à rede pública, para isso adota, através de regime de colaboração, uma política de governo municipalista e mencionou aos estudantes presentes “estamos todos aqui para servir o município e a comunidade indígena de Dourados, portanto estudantes, todos que estão neste evento, estão para servi-los, da melhor forma, com recomposição da aprendizagem, questões socioemocionais, além de entrega de obras como esta, para que, juntos, possamos desempenhar o melhor aprendizado possível para nossas crianças e adolescentes de Mato Grosso do Sul”.

Investimento na unidade

Gestor Luiz menciona que mais de R$ 600 mil reais foram investidos na unidade escolar indígena intercultural.

De acordo com o gestor Luiz de Souza Freire Júnior a reforma veio de encontro com os anseios da comunidade local. Foram investidos na unidade escolar R$ – 632.252,06sendo R$ –  R$ – 310.635,00 com aquisição de equipamentos (conjunto de mesas e cadeira para professores (07) e estudantes (280), mesa do diretor, mesas de refeitório (06), 20 microcomputadores) .

Cacique Ramão Fernandes, capitão da Aldeia Jaguapiru falou da importância da obra para comunidade

O serviço de reforma parcial na unidade escolar (R$ – 321.617,06) contemplou adequação da edificação às normas vigente de proteção contra incêndio e pânico, proteção contra descargas atmosféricas e vigilância sanitária, pintura geral interna e externa, reforma dos banheiros e cozinha, serviços hidrossanitários, revestimentos de piso e demais adequações necessárias ao atendimento da comunidade discente.

O cacique Ramão Fernandes, capitão da Aldeia Jaguapiru mencionou a importância da obra na comunidade indígena “ é uma satisfação poder saber que nossos jovens tem uma estrutura desta para prosseguir seus estudos, nesta escola que já passou os meus filhos e agora meus netos estão sendo alfabetizados, nossa querida Guateka, que leva a no seu nome a junção das iniciais de nossas etnias (Guarani, Terena e Kaiuwa), e está sendo atendida com tanto carinho”, finaliza Ramão Fernandes.

Deputado Barbosinha destacando a visita do professor universitário dos E.U.A Edward Ziff na solenidade.

Deputado Estadual Barbosinha esteve na solenidade de reforma da unidade, ele falou da magnitude do ato para região de Dourados, da relevância da obra para comunidade indígena da visita especial na Escola Guateka “saudação ao Dr. Edward Ziff, norte americano, professor universitário, autor de diversos livros, um dos maiores especialistas no mundo em Autismo, um apaixonado pelo MS e por Dourados, em especial pela cultura indígena”, enfatizou deputado Barbosinha.

O professor universitário Edward Ziff possui doutorado em Bioquímica – Princeton University (1969), pós-doutorado, MRC Laboratory of Molecular BIology, LMB, Grã-Bretanha- National Institutes of Health, NIH, Estados Unidos (1973). Tem experiência na área de Biologia Geral, com ênfase em Neurobiologia, atuando principalmente nos seguintes temas: ampa receptor, receptor trafficking, postsynaptic density, hippocampus e protein kinase.

Regime de Colaboração

O prefeito Alan Guedes fez questão de frisar sobre o regime de colaboração entre o município de Dourados e o Governo do Estado, principalmente no tocante aos investimentos no setor educacional, “ receber a secretária Cecília, juntamente com a equipe da CRE-5, através do coordenador Nei Elias, é um momento de muita alegria, sabemos que os investimentos na educação são importantes e fundamentais na consolidação do que nós queremos para nossa cidade e para o MS.  A Escola Guateka é fundamental, pois temos 7 escolas municipais indígenas, nenhuma oferta o Ensino Médio, portanto esta parceria é essencial para a continuidade, com excelência, da aprendizagem de nossas crianças e adolescentes”.

Prefeito Alan Guedes destacando regime de colaboração com Governo de MS

Projetos

A unidade escolar, criada em 2009, conta com 990 estudantes matriculados no ano letivo de 2022, sendo que 745 estão matriculados na Escola Polo (Aldeia Jaguapiru) e 245 estudantes na extensão Araporã, localizada na Aldeia Bororó, a instituição oferece anos finais do Ensino Fundamental, 1º ao 3º ano do Ensino Médio no ensino regular, bem como Educação de Jovens e Adultos (EJA – conectando saberes), sendo a única escola que oferece essa modalidade na reserva indígena.

Secretário Edio quebrou protocolo para anunciar pronunciamento da Secretária Cecilia Motta

A Escola Estadual Indígena Intercultural Guateka – Marçal de Souza possui 7 salas de aula, laboratório de informática, laboratório de química recentemente instalado, oferece, curso de violão, ginastica rítmica, ginástica paraolímpica, e treinamento de futsal. Atualmente oferta os seguintes projetos:

Projeto “Povos Indígenas” – Busca a manutenção da cultura indígena em todos os seus aspectos, resgatando e ensinando aos estudantes o valor de sua cultura. Projeto Soletrando – com o objetivo de valorizar a leitura e escrita da língua portuguesa. Projeto mostra cultural – Com o objetivo de divulgar as produções culturais e científicas da escola. Projeto nascente viva – Com produção de mudas de plantas nativas e plantio das mesmas na nascente do córrego Jaguapiru, projeto realizado em parceria com várias parcerias, incluindo Universidades.

Unidade conta com 990 estudantes matriculados

Investimentos em MS

A Secretaria de Estado de Educação conta atualmente com 347 unidades escolares, com quase 200 mil estudantes matriculados. Desde 2015, Governo de MS já investiu em 315 escolas da REE, com mais de 720 intervenções realizadas (entre reformas, obras em geral, readequações nas redes hidráulica e elétrica, pintura e acessibilidade). Desde o início da atual gestão (2015), foram mais de R$ 490 milhões investidos até o momento e estão previstos mais R$ 120 milhões para até o final de 2022.

Colunas