Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Com gincana solidária, pilares da educação são enfatizados em Escola da Autoria de Corumbá

O mês de abril foi marcado pelos pilares Aprender a Ser e Aprender a Conviver na Escola Estadual Júlia Gonçalves Passarinho, que oferta ensino em tempo integral, através do Programa “Escola da Autoria”, em Corumbá.

Gincana Solidária de Páscoa foi constituída pelos protagonistas da JGP

As ações de protagonismo fizeram parte da Gincana Solidária de Páscoa realizada pelos estudantes, corpo docente e administrativo da unidade escolar.

Gincana de Páscoa

A Gincana solidária de Páscoa foi uma ação constituída pelos estudantes, que coletaram doações de alimentos não perecíveis, roupas e calçados, junto a entes e amigos. “É uma forma de agradecer ao início de ano próspero que tivemos na Escola da Autoria JGP. Como parte da gincana, tivemos varal solidário, atividades lúdias e encenação da Paixão de Cristo”, explicou o professor Pedro Medina, um dos coordenadores da ação.

O ponto alto da gincana foi o varal solidário em frente à escola

O ponto alto da gincana foi o varal solidário em frente à escola. Muitas peças de roupas e calçados foram colocados à disposição da comunidade, que passava pelo local, pegava a vestimenta que precisava e partia. “Ficamos felizes em ver que as pessoas visitaram nosso varal, muitas famílias pegaram o que precisaram, aproveitando que tivemos um feriado de temperaturas baixas na cidade. Fizemos de coração essa ação e queremos repetir mais vezes. Ajudar ao próximo aquece nosso coração. Aprendemos a ser pessoas solidárias , que pensam no próximo”, disse o estudante Jean, formando do 3° ano.

A direção da Escola da Autoria JGP parabenizou a ação do corpo pedagógico e dos estudantes. “Ver os pilares da educação fluírem de forma harmoniosa e natural é um de nossos objetivos. Parabéns a todos os envolvidos”, concluiu a diretora Érica de Oliveira.

As ações de comemoração à Pascoa não param. Ao longo da semana os protagonistas farão a contagem e seleção das roupas e calçados, bem como a montagem das cestas básicas. Em seguida, será a vez de entregar às famílias carentes da região e às instituições beneficentes de Corumbá.

Colunas