Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Após tempestade, Governo decreta situação de emergência em Miranda

Por conta de prejuízos causados por tempestade e vendaval, o governador Reinaldo Azambuja declarou Situação de Emergência em partes das áreas urbana e rural do Município de Miranda. O Decreto foi publicado nesta quarta-feira (25) no Diário Oficial do Estado (DOE).

Em 14 de maio, o município de Miranda foi atingido por Tempestade Local Convectiva, também conhecido por vendaval, que provocou danos e prejuízos em partes das áreas urbana e rural, atingindo sobremaneira a comunidade indígena, e causando diversos danos públicos e privados, com prejuízos que ultrapassaram a capacidade de resposta do Município afetado.

O vendaval atingiu aproximadamente 423 residências, dois prédios escolares, uma estação rodoviária, uma torre de transmissão, uma quadra de esporte escolar, e diversas vias públicas de partes das áreas rural e urbana, tendo inclusive, causado a interdição de estradas de acesso ao Município de Miranda.

Segundo a publicação, é declarado “Situação de Emergência” pelo prazo de 180 dias pelas partes do município de Miranda afetadado por desastre, classificado e codificado como “Tempestade Local Convectiva – Vendaval” – COBRADE – 1.3.2.1.5.”, conforme Portaria nº 260, de 2 de fevereiro de 2022, do Ministério do Desenvolvimento Regional.

Fica autorizado a mobilização de órgãos estaduais para atuarem, sob a coordenação da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (CEDEC/MS), nas ações de resposta ao desastre, reabilitação do cenário e reconstrução. Também fica autorizado a convocação de voluntários, para reforçar as ações de resposta ao desastre e a realização de campanhas de arrecadação de recursos perante a comunidade, com o objetivo de facilitar as ações de assistência à população afetada pelo desastre.

Neste período ficam dispensados de licitações os contratos para aquisição de bens necessários para realizar tais atividades em resposta a este cenário, assim como prestação de serviços e de obras relacionadas a esta situação. 

Colunas