Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Avança obra do anel viário de Santa Rita do Pardo, que vai ajudar no desenvolvimento da cidade

Com investimento de R$ 12,7 milhões, a obra de pavimentação do anel viário de Santa Rita do Pardo segue em andamento e está na fase de terraplanagem. Ela começou no trecho da rodovia MS-338 e seguiu próximo ao frigorífico Frigolon. O objetivo é dar mais segurança ao trânsito e contribuir com o desenvolvimento da cidade.

De acordo com a Agesul (Agência Estadual de Gestão e Empreendimentos), a obra começou no final de março e a previsão é concluir os trabalhos até 18 de novembro deste ano. São 2,893 km do contorno viário da cidade, que vai dispor de uma arte especial, com uma ponte de concreto sobre o Córrego Corincho.

Quando lançou a obra do anel viário o governador Reinaldo Azambuja destacou que estes investimentos dariam mais segurança ao tráfego da região, já que seriam retirados os veículos pesados da área urbana do município e ainda iria contribuir com a economia da cidade.

“Estamos realizando um grande sonho da população de Santa Rita do Pardo. Esse investimento vai garantir mais segurança à população, retirando os veículos pesados da região urbana e também proporcionará mais desenvolvimento ao município”, declarou.

O prefeito de Santa Rita, Roberto Calixto Costa, destacou que esta obra do contorno viário e outros investimentos na cidade mostram a parceria com o Governo do Estado. “O governador (Reinaldo Azambuja) tem mostrando que sua gestão é extremamente municipalista, preocupado com as cidades. São investimentos que vão ajudar a população”.

A obra do anel viário foi firmada durante o programa Governo Presente, onde o prefeito e as lideranças da cidade indicaram este investimento como prioridade. Ao todo o Governo do Estado já investiu R$ 86,5 milhões em Santa Rita desde 2015, sendo R$ 70 milhões apenas na área de infraestrutura.

Malha rodoviária

Com foco na qualificação da infraestrutura e logística do Estado, o Governo segue com 60 obras em rodovias estaduais, em um investimento de mais de R$ 2 bilhões. O objetivo é melhorar o escoamento da produção, proporcionar um tráfego mais seguro e assim alavancar a economia dos municípios.

São 47 obras de pavimentação, no valor de R$ 1,7 bilhão, em um trecho de 1.012,38 Km. E mais 13 obras de restauração de rodovias, com mais de R$ 330 milhões, em 307,80 km. “As obras de pavimentação promovidas pelo Governo do Estado ajudam e contribuem com a economia dos municípios, na geração de empregos e melhorando o tráfego local”, descreveu o presidente da Assomasul, Valdir Couto Júnior.

Colunas