Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Procon encontra variação de até 200% em preços de flores e 494% em hotéis

O Dia dos Namorados é uma grande oportunidade que o comércio tem para alavancar suas vendas através de promoções e pacotes exclusivos aos casais. Para ajudar os consumidores, o Procon Municipal de Campo Grande desenvolveu uma pesquisa de preço em algumas empresas do setor de entretenimento como hotéis e motéis e também em floriculturas, sendo os setores que mais movimentam a economia nesta data comemorativa.

A coleta de preços foi realizada entre os dias 1 e 7 de junho, em 25 estabelecimentos comerciais da Capital, sendo 7 floriculturas, 5 hotéis, 5 motéis e 8 restaurantes, incluindo mais de 40 itens. A variação nos preços das floriculturas pode chegar a 200%, a exemplo do buquê com 24 rosas colombianas, com o menor valor encontrado de R$ 340,00 e o maior de R$ 600,00. Um botão de rosa nacional pode custar de R$ 12,00, menor valor, a R$ 20,00, maior valor.

Entre os hotéis, o Procon encontrou variação de até 494%. Esse setor disponibiliza pacotes especiais para o Dia dos Namorados. A rede hoteleira de luxo da capital criou cinco tipos de acomodações onde os preços variam entre R$ 335,00 a R$ 2.626,00, de acordo com a escolha da acomodação e dos serviços. Outros hotéis contam pacote de núpcias e preço mínimo varia de R$ 320,00, preço mínimo chegando até R$ 720,00.

Os motéis obtiveram uma variação de até 173%, os preços mais acessíveis variam de R$ 60,00 a R$ 300,00, a cada três horas.

O subsecretário do Procon Municipal, Cleiton Thiago, orienta os consumidores a escolher seus serviços com cautela. “Com a inflação em alta e juros que continuam subindo, o consumidor deve ter cautela nos gastos e escolher a opção de pagamento que não vai comprometer seu orçamento no longo prazo. Também leve em consideração o custo-benefício do produto, há opções para todos os bolsos, para uma escolha consciente”.

Para acessar todos os preços separados por estabelecimento clique aqui.

Colunas