Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Agropecuária sul-mato-grossense garante mais de 3 mil vagas de emprego

A agropecuária sul-mato-grossense garantiu mais de 3 mil vagas de um total de 10.792 empregos abertos no primeiro bimestre do ano. No mesmo período de 2021 o volume de trabalho no agro era de 1.557 postos, ou seja, um incremento de quase 100%.

Os dados foram divulgados na Carta de Conjuntura da Semagro, e segundo o coordenador de economia e estatística, Daniel Frainer quatro setores foram destaque.

Daniel explicou que por conta do atraso na colheita da soja, o plantio da safrinha foi feito quase que concomitantemente a finalização da retirada da oleaginosa do campo, interferindo de forma positiva na movimentação de trabalhadores nas lavouras.

Somente referente a fevereiro de 2022, foram criados 7.316 empregos formais no Estado, representando no ranking nacional como décimo em geração de empregos formais no Brasil. No mês de fevereiro, os setores que mais criaram empregos formais foram: Serviços (3.305 a mais), Agropecuária (1.951 a mais) e Construção civil (934 a mais).

No acumulado dos últimos 12 meses, Mato Grosso do Sul apresentou uma criação de 37,5 mil empregos formais. O crescimento de 1,92% em relação ao estoque de empregos do mês de dezembro/2021, coloca o MS em 5º lugar em termos de crescimento percentual no ano de 2022.

Colunas