Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Restauração da MS-286 vai melhorar tráfego local e ajudar no escoamento de produtos

Mais um investimento do Governo do Estado em infraestrutura e logística, a obra de restauração da MS-386, em Aral Moreira, começou em fevereiro e segue com diferentes atividades, com reparos em 9 km da pista e 4 km da primeira camada de capa asfáltica. Além de tornar o tráfego mais seguro para os motoristas, também vai contribuir com o escoamento da produção.

A restauração, adequação da capacidade do tráfego e drenagem da rodovia será em um trecho total de 38 km. O investimento é de R$ 31,9 milhões para atender e contribuir com a economia da região, dando melhores condições para malha viária.

As obras na rodovia começaram pelo trecho urbano de Aral Moreira, no sentido em direção ao distrito de Rio Verde do Sul. O trecho é importante para os moradores da região, com intenso movimento de caminhões graneleiros e veículos de passeio. A previsão da obra é seguir até fevereiro de 2023.

O prefeito de Aral Moreira, Alexandrino Garcia, destacou que esta obra é importante já que ajuda no escoamento de produtos para o Paraná, assim aqueles que seguem ao Porto de Paranaguá. “Era um pedido dos produtos da região, que está sendo atendido pelo governador (Reinaldo Azambuja). Uma obra fundamental e importante”.

Garcia ainda mencionou que a rodovia é muito usada pelos moradores das cidades vizinhas, como Amambai e Laguna Carapã. “Já estão sendo desenvolvidos os trabalhos na rodovia e temos que agradecer ao governador, pois ela ficará mais segura para quem trafega regulamente no local”, ponderou.

Investimentos

Para qualificar e melhorar a malha rodoviária, o Governo do Estado está investindo mais de R$ 330 milhões em 13 obras de restauração de rodovias no Mato Grosso do Sul que estão em andamento. Elas juntas somam 307,80 km que serão recuperados para melhorar o tráfego em todas as regiões.

As obras são em diferentes rodovias, entre elas a MS-162, MS-382, MS-178, MS-165, MS-384, MS-286, MS-156, MS-157, MS-276, MS-145 e MS-475. Os trabalhos incluem ainda incluem adequação da capacidade do tráfego e drenagem. A produção agrícola é beneficiada com melhores condições para levar seus produtos.

 “São obras e investimentos que vão contribuir com o turismo e o escoamento da produção, melhorando o transporte local e o acesso aos municípios, além de propiciar um trânsito mais seguro para quem trafega por estas regiões”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja.

Colunas