Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Estado investe R$ 330 milhões em obras de restauração de rodovias 

Com foco no fortalecimento da economia e no bem-estar da população, o Governo do Estado investe mais de R$ 330 milhões em obras de restauração de rodovias no Mato Grosso do Sul. Assim torna o tráfego mais seguro aos motoristas e ainda contribui com o escoamento da produção em todas as regiões.

Segundo dados da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), seguem em andamento 13 obras de restauração da malha rodoviária. Entre elas os trabalhos na MS-162, que liga as cidades de Sidrolândia a Maracaju. São dois lotes, o primeiro no valor de R$ 28,7 milhões, onde serão recuperados (asfalto) um trecho de 40,5 km. Já a segunda (etapa) tem o investimento de R$ 30,6 milhões, em 44,317 km.

“Essa rodovia é de suma importância para o escoamento da nossa produção, tendo em vista a forte vocação agrícola de nosso município. Além disso, dá acesso a vários de nossos assentamentos. Agradeço e parabenizo o Governo do Estado pelo olhar municipalista”, declarou a prefeita de Sidrolândia, Vanda Camilo.

Obra de restauração na MS-382 (Foto: Edemir Rodrigues)

Com duas etapas também segue a restauração da MS-382, que liga a cidade de Guia Lopes da Laguna a Bonito. O primeiro trecho é de 26,940 km, no valor de R$ 26,9 milhões, já o segundo lote, próximo a Bonito, são mais 25,039 km, com investimento de R$ 23,3 milhões. As obras ainda incluem melhoramento e adequação da capacidade do tráfego e drenagem.

Ainda na região tem a recuperação da MS-178, que liga Jardim a Bonito, com investimento de R$ 12,6 milhões, para restaurar 13,518 km. As boas condições destas rodovias vão impulsionar e fortalecer o turismo da região.

 “São obras e investimentos que vão contribuir com o turismo e o escoamento da produção, melhorando o transporte local e o acesso aos municípios, além de propiciar um trânsito mais seguro para quem trafega pela região”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja.

Rota Bioceânica

Obras na rodovia MS-165 (Foto: Edemir Rodrigues)

Importante elo da rota bioceânica, as rodovias da região de fronteira também recebem o devido cuidado do Governo do Estado, para que disponham de uma logística eficiente. A MS-165, que está dentro do Projeto Integração Sul-Fronteira, tem investimento de R$ 11,5 milhões para o controle e combate a erosão, em trecho que liga as cidades de Coronel Sapucaia e Paranhos.

Já a MS-384 entre Antônio João e Bela Vista, a restauração é de um trecho de 67,620 km, em um custo de R$ 92 milhões. “A obra é muito importante, pois a MS-384 é uma das principais estradas da região, que vai nos ligar inclusive com a Rota Bioceânica. Temos muitos caminhões com calcário que seguem para Bela Vista e Caracol”, explicou o prefeito de Antônio João, Agnaldo Marcelo da Silva.  

Obras de restauração na MS-384 (Foto: Edemir Rodrigues)

Na região ainda seguem os trabalhos na MS-286, com restauração de 38,156 km, próximo ao município de Aral Moreira (R$ 31,9 milhões), assim como as obras na MS-180, que corresponde a uma recuperação do trecho na cidade de Iguatemi, no valor de R$ 3,8 milhões.

“São obras estruturantes que ajudam no desenvolvimento dos municípios. Nosso governo fez o dever de casa. Temos parceria com todas as cidades. Só um governo municipalista está presente nas cidades ajudando nas demandas”, ponderou o governador.

Escoamento da produção

Obras de recuperação na MS-156

Para melhorar o escoamento da produção da Região da Grande Dourados, o governador viabiliza a obra de restauração da MS-156, no valor de R$ 27,9 milhões, que liga ao núcleo industrial de Dourados. Assim como Itaporã, que recebe a restauração do pavimento e drenagem da MS-157, que dá acesso ao distrito de Santa Terezinha. Um investimento de R$ 7,1 milhões.

“É gratificante para nosso governo realizar obras que atendem diretamente o cidadão sul-mato-grossense, levando infraestrutura e encurtando distâncias entre os polos de produção, potencializando, assim, o agronegócio, atraindo novos investidores. A obra da MS-157 é para recuperação total do asfalto que liga Itaporã até a Gleba Santa Terezinha”, explicou o governador.

Ainda estão em andamento as obras de restauração da MS-276 e MS-145, que conta com uma travessia urbana em Deodápolis, no valor de R$ 10,1 milhões. Assim como os trabalhos na MS-475, que se trata de um trecho de 26,912 km, entre os municípios de Glória de Dourados e Ivinhema.

Colunas