Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Taça Brasil de Futsal feminino: Operário/DEC perde o 2º jogo

A noite de quarta-feira (1º) foi de rodada dupla para as equipes sul-mato-grossenses na 29ª Taça Brasil de Clubes de Futsal adulto feminino – Divisão Especial. No Ginásio Poliesportivo Avelino dos Reis (Guanandizão), em Campo Grande, o Operário/Douradina Esporte Clube (DEC) perdeu por 2 a 1 para o SK Boa Esperança (ES) em sua segunda partida na competição. Já a Sociedade Esportiva Recreativa Chapadão/Universidade Católica Dom Bosco (Serc/UCDB) empatou em 1 a 1 com a Celemaster Uruguaianense (RS), sofrendo gol irregular, e assegurou a classificação às quartas de final.

Organizada pela Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) em parceria com a Federação de Futebol de Salão de Mato Grosso do Sul (FFSMS), a competição tem o apoio do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por intermédio da Fundespporte (Fundação de Desporto e Lazer). As disputas começaram no dia 29 de maio e seguem até 4 de junho.

O Operário/DEC foi o primeiro a entrar em quadra. Com o apoio da torcida, as Meninas do Galo pressionaram até o fim, mas não conseguiram evitar o primeiro revés na Taça. O único tento operariano foi marcado por Vanessa Paixão. A equipe capixaba fez com Taiane e Steffany. Agora, o Alvinegro de Campo Grande tem três pontos e está na segunda posição do grupo B, ainda com chances de classificação à próxima fase.

Erro de arbitragem

Serc/UCDB e Celemaster Uruguaianense (RS) travaram o duelo mais equilibrado do torneio até o momento. O clube sul-mato-grossense, no entanto, foi mais incisivo e criou mais oportunidades de gol. A rede balançou apenas no segundo tempo, quando o jogo “pegou fogo”.

Aos 17 minutos, Maysa interceptou a bola no meio da quadra, escapou em velocidade pela direita e encontrou Kamila já dentro da área. Com um toque sutil, a camisa 10 encobriu a goleira adversária. Para evitar o gol, Marina tirou a bola com a mão: pênalti para a Serc/UCDB e cartão vermelho para a fixa gaúcha. Kamila bateu firme e converteu a penalidade máxima.

O representante do Rio Grande do Sul empatou na sequência, com gol irregular. Após o tento sul-mato-grossense, o jogo foi reiniciado com uma das atletas da Celemaster (RS) ainda na quadra adversária. Antes do apito da árbitra, Ana Clara já havia avançado ao campo de ataque e, posteriormente, recebeu passe pela ala direita e rematou a gol. No rebote, a goleira Muchacha empurrou para dentro. Apesar da contestação, a arbitragem confirmou o gol. Final de jogo: 1 a 1.

“Foi um jogo muito bom para quem assistiu ontem, poderíamos ter vencido. Conforme o boletim, a equipe já está classificada para a próxima fase, pois os dois melhores terceiros passam também. Quem ficar em primeiro ou segundo tem a vantagem do empate na próxima fase. Temos que jogar bem e cuidar da parte física”, enfatiza o técnico da Serc/UCDB, Luiz Fernando Borges Daniel, o “Nando”.

Com o resultado, a Serc/UCDB chega a sete pontos e aparece em segundo lugar no grupo A. O clube de Mato Grosso do Sul já está classificado às quartas de final e enfrenta, nesta quinta-feira (2), as Leoas da Serra (SC), às 20 horas, pela última rodada da fase classificatória. O Operário/DEC joga antes, às 18 horas, contra o Magnólia/CAD (MA). A entrada no Guanandizão é gratuita.

No total, 13 agremiações participam da Taça Brasil, dividindo-se em três grupos na fase classificatória. O grupo A, único com cinco times, conta com Associação Leoas da Serra (SC), Associação de Futebol Feminino Celemaster Uruguaianense (RS), Vila Nova Futebol Clube (GO), Clube 2004 da Bahia (BA) e Serc/UCDB (MS). Já o B tem São José Futsal e Esportes Olímpicos (SP), Operário/Douradina (MS), Associação Esportiva SK Boa Esperança (ES) e Associação Educacional Magnólia (MA). Estão no grupo C o Instituto Eliberto Stein (PR), Associação Atlética Nova Geração (DF), Instituto Futsal Sem Drogas (MT) e Serra Talhada Futebol Clube (PE).

Confira abaixo a classificação na primeira fase:

Grupo A

ClassificaçãoPJVEDGPGCSG AVE
1 – Leoas da Serra (SC)*93300173155.7
2 – Serc/UCDB (MS)*732109274.5
3 – Celemaster (RS)7421110731.4
4 – Vila Nova (GO)03003213-110.2
5 – Clube 2004 (BA)03003215-130.1

Grupo B

ClassificaçãoPJVEDGPGCSGAVE
1 – SK Boa Esperança (ES)*622005232.5
2 – Operário/DEC (MS)*321012201.0
3 – São José (SP)321013123.0
4 – Magnólia/CAD (MA)0200216-50.2

Grupo C

ClassificaçãoPJVEDGPGCSGAVE
1 – Stein Cascavel (PR)*622001211112.0
2 – Nova Geração (DF)*3210136-30.5
3 – Serra Talhada (PE)1201124-20.5
4 – FSD (MT)1201128-60.2

*Classificados às quartas de final.

A novidade para este ano é a inclusão das quartas de finais. Além do primeiro e o segundo colocados de cada grupo, classificam-se também o primeiro e o segundo com melhor Índice Técnico entre as equipes que ficarem na terceira colocação. Nas quartas, o time melhor classificado na primeira fase joga pela vantagem do empate no tempo normal para fins de classificação para as semifinais. Já nas semifinais e na final, em caso de empate no tempo normal, a partida vai para prorrogação. Persistindo o empate no tempo extra, o classificado será definido nos pênaltis.

Todas as partidas da Taça Brasil também estão sendo transmitidas ao vivo pela CBFS TV no YouTube (clique aqui para acessar). Confira a o Boletim 4, com todos os detalhes da competição:

Boletim 4 – Taça Brasil de Futsal adulto feminino – Divisão Especial 2022

Colunas