Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

12 municípios de Mato Grosso do Sul vão participar do Projeto Rondon

Em julho de 2023, o Estado de Mato Grosso do Sul abrigará mais uma vez a Operação do Projeto Rondon, que contemplará 12 municípios do estado e terá como centro regional a cidade de Campo Grande.

A iniciativa envolve o Comitê de Orientação e Supervisão do Projeto Rondon sob a coordenação do Ministério da Defesa, e contará com a parceria do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul e dos municípios participantes. Contará, ainda, com o apoio do Exército Brasileiro, nesta oportunidade representado pelo Comando Militar do Oeste e pelo 20º Regimento de Cavalaria Blindado e com a imprescindível participação de Instituições de Ensino Superior (IES) de diversas regiões do país.

Na ocasião, o prefeito de Bela Vista, Reinaldo Piti, representou o presidente da Assomasul, Valdir Junior.

Sobre a Operação

A Operação a ser realizada contará com a participação de 252 Rondonistas, professores e estudantes universitários que trocarão o período de férias escolares pela chance de realizar, de forma voluntária, ações que contribuirão para o desenvolvimento sustentável nas comunidades contempladas, por meio do emprego das habilidades universitárias e em prol do desenvolvimento e/ou do fortalecimento da sua cidadania.

Cada município receberá, por 12 dias, 2 IES com 10 integrantes cada, sendo 2 professores e 8 alunos por equipe. As duas equipes trabalharão com oficinas de diferentes áreas do conhecimento divididas por:

Conjunto “A” – Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação e Saúde e;

Conjunto “B” – Comunicação, Tecnologia e Produção, Meio Ambiente e Trabalho.

As equipes atuarão nos municípios de: Água Clara, Bonito, Caarapó, Camapuã, Figueirão, Inocência, Juti, Nioaque, Novo Horizonte do Sul, Ribas do Rio Pardo, Rio Verde de Mato Grosso e Taquarussu.

Será selecionada, ainda, uma IES que será responsável pela divulgação da Operação e que percorrerá todos os municípios. A equipe chamada Conjunto “C” contará com dois professores do curso de Comunicação Social e 10 estudantes da área, que serão responsáveis pela cobertura jornalística e produção de conteúdo. As atividades têm por objetivo dar visibilidade às ações sociais realizadas pelos Rondonistas junto às comunidades e as atividades do Projeto Rondon.

O Estado de Mato Grosso do Sul já recebeu o Projeto Rondon por duas 2 vezes. Em 2011, quando foram realizadas duas operações simultâneas, a Operação Arara Azul, que contemplou 8 municípios, e a Operação Especial Rio Paraguai, que foi realizada na calha do Rio Paraguai nas partes norte e sul com foco nas comunidades ribeirinhas. Em 2018, a Operação Pantanal, com 12 municípios beneficiados.

Colunas