Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Assomasul participará do III Seminário Estadual das Águas no próximo dia 21

A Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul) junto com especialistas, educadores, políticos e profissionais da área ambiental se unem nesta segunda-feira (21) para a realização do III Seminário Estadual das Águas, que neste ano acontece de forma hibrida, com mesa presencial e público online. Instituído pela Lei 4.878/2016, de autoria do deputado Renato Câmara (MDB), coordenador da Frente Parlamentar de Recursos Hídricos, a terceira edição do Seminário têm como tema principal “Águas Urbanas e o Zoneamento Ecológico Econômico”.

Organizado pela Assembleia Legislativa do Estao de Mato Grosso do Sul (ALEMS), Frente Parlamentar de Recursos Hídricos, Gabinete do deputado estadual Renato Câmara, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e do Rotary Clube de Campo Grande, o Seminário acontece entre às 8h e 17h horas, e pode ser acompanhado através da página do Facebook do deputado Renato Câmara, YouTube da ALMS e TV ALMS.

“Esse é um tema de grande importância e precisamos ampliar o debate sobre os recursos hídricos, sua proteção e preservação, além das questões sanitárias que fazem parte do tema. A participação de todos é fundamental e toda a comunidade pode participar”, ressalta o deputado Renato Câmara.

A inscrição para participar do encontro é gratuita e pode ser feita através do link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSf6Zi5MRk7-c-aLzQlV3VrDS7CVSXA6130ofqrK-5GBwIn2gw/viewform.

O professor Dr. Laércio Carvalho, reitor da UEMS, fala sobre a relevância do seminário. “: Uma honra para UEMS fazer parte da equipe técnica da organização do III Seminário Estadual das Águas. Este evento de relevância nacional, permite novas frentes de ações, seja com pesquisa ou extensão, no intuito de agregar órgãos e instituições em prol da preservação de nosso maior patrimônio, a água. Conte sempre com a nossa Instituição”, disse.

O III Seminário é um exemplo do cuidado com os recursos hídricos, pois abrange vários setores da sociedade, incluindo a classe política. O Rotary Club de Campo Grande, como organização não governamental, desempenha papel destacado nesse processo. “A Carta da Água, que resultou do I Seminário, mostra que é possível trabalhar em conjunto, onde cada um faz a sua parte para deixar para nossos netos e para as futuras gerações um mundo melhor para se viver”, afirma Eugênio Toazza, presidente do Rotary Club de Campo Grande.

Colunas