Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Procon aponta diferença de 98% no preço do bacalhau em Dourados

A Prefeitura de Dourados, através do setor de fiscalização do Procon, divulgou nesta segunda-feira (11), a pesquisa de preços dos produtos consumidos na Semana Santa (chocolates e peixes), realizada de 5 a 8 de abril.

Segundo os dados divulgados pelo Procon, foram pesquisados 141 itens em 11 estabelecimentos. Dentre os peixes, o tipo bacalhau lascas com 1kg foi o que apresentou maior diferença entre o estabelecimento com menor e maior preço, 98,04%. Já o filé de merluza com 800 gramas teve uma diferença de 116,03% e o tambaqui 1kg foi encontrado com menor preço de R$ 16,50 e maior preço de R$ 26,99, diferença de 63,58%.

Nos preços dos chocolates, a pesquisa aponta dois produtos com diferença de 49,23% entre o menor e o maior preço: o ovo de páscoa da Barbie 166g encontrado a R$ 46,90 e a R$ 69,99; e o ovo da Mulher Maravilha 166g.

Dos ovos de páscoa pesquisados, 17 apresentaram diferença superior a 30% entre o menor e o maior preço. 

Em relação aos complementos mais utilizados na Semana Santa, uma grande diferença foi encontrada no leite de coco 200 ml, com 183,92% do menor preço para o maior preço.

2021

Em comparação com a segunda pesquisa efetuada em abril do ano passado, os chocolates tiveram um aumento de 19.31% e os peixes  de 33,3% considerando o menor preço encontrado. Nos complementos houve aumento de 28,7%.

O Procon orienta os consumidores a compararem o preço antes da compra, além de verificarem a qualidade e a conservação dos produtos.

Confira a pesquisa completa:PESQUISA-SEMANA-SANTA-2022-EDILSONBaixar

Colunas