Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Novo comandante do CMO destaca a importância da integração com a ALEMS

Em visita à Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), o general Anisio David de Oliveira Júnior, que assume a frente do Comando Militar do Oeste (CMO), destacou a importância da integração do Exército com a Casa de Leis. O general foi recebido pelo presidente da ALEMS, deputado Paulo Corrêa (PSDB), na tarde desta segunda-feira (11). A reunião também contou com a presença, entre outras autoridades, do general Fernando José Sant’Ana Soares e Silva, que deixa o CMO para assumir o Comando Militar do Sul (CMS), em Porto Alegre.

General David: “Estaremos integrados, ajudando a cumprir as leis”

“O Poder Legislativo representa a população e o Exército Brasileiro também tem o viés da representatividade de toda nossa sociedade. Então, nós estaremos sempre integrados, sempre ajudando a cumprir as leis, que são formuladas nesta Casa”, afirmou o general David. “Nós contribuiremos para que cada vez mais o Estado chegue em todos os locais para que as nossas leis sejam cumpridas”, acrescentou.

O general também falou sobre a visita realizada à Casa de Leis nesta tarde e reforçou o papel do Exército para melhoria do Estado. “Essa visita de cortesia foi para me apresentar para o presidente do Poder Legislativo, colocando o Comando Militar do Oeste à disposição para contribuir para o desenvolvimento e com a segurança de todo o Estado”, disse o novo comandante.

Avaliação: dois anos proveitosos

Presidente Paulo Corrêa presenteou os generais com pinturas

Os dois anos em que o general Soares esteve à frente do CMO foram marcados pela pandemia da Covid-19, problema que criou diversas demandas atendidas pelo Exército. “Foram dois anos de muito trabalho profícuo dos militares junto à sociedade sul-mato-grossense. Tivemos o problema da pandemia que assolou o mundo todo e o nosso país também. Pudemos contribuir através da imunização, limpeza dos ambientes, fazendo o controle”, afirmou.

O general também enfatizou o trabalho conjunto realizado com outros órgãos, como, por exemplo, as ações na fronteira e no espaço aéreo. “Tivemos muitas oportunidades de trabalhar junto com outros órgãos no controle de fronteiras, no controle do espaço aéreo, enfim uma série de coisas. Foram dois anos bastante proveitosos”, avaliou.  

No final do encontro, os dois generais receberam do presidente Paulo Corrêa quadros do artista Isaac de Oliveira.   

Colunas