Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Simone Tebet diz que carta de Bolsonaro foi para evitar xeque-mate das instituições

A senadora Simone Tebet (MDB-MS) disse que a carta divulgada pelo presidente Jair Bolsonaro, recuando dos ataques realizados contra o Ministro do Supremo, Alexandre de Moraes, nos atos de 07 de setembro, não geram expectativa de mudança de comportamento e apenas dão uma trégua momentânea. Ela usou a linguagem do xadrez: “Não se muda a essência da noite para o dia. O presidente estava diante de um xeque, se ele ficasse onde estava, poderia receber um xeque-mate das instituições, do Judiciário e do Legislativo. Se desse um passo além, se colocaria em xeque-mate. Game over. Fim da história”.

Simone avalia que o gesto do Bolsonaro repercutiu negativamente na classe política e nos seus apoiadores, muitos dos quais o criticaram pelas redes sociais. A senadora acredita que se o presidente realmente quisesse demonstrar mudança de atitude começaria pela revogação da MP que altera o Marco Civil da Internet e facilita a disseminação de fake news. “Aquela carta de ontem não foi feita por ele, mas ele assinou e, se ele concorda em dar, no mínimo temporariamente, uma trégua para o País, tem que, hoje, pedir de volta a MP, torná-la sem efeito”.

Fonte de informações: Assessoria de Imprensa

Colunas