volei-podium-768x425-730x425

Estudantes da EE Fernando Corrêa se destacam em diversas modalidades esportivas

Na Escola Estadual Fernando Corrêa, do município de Três Lagoas, estudantes têm se destacado em diversas modalidades esportivas em competições locais, regionais e interestaduais. Após ficarem tanto tempo em casa em função da pandemia, os adolescentes e jovens estão atuantes neste ano, conquistando medalhas e troféus.

WhatsApp-Image-2022-05-13-at-09.08.22-730x480

Aula magna do Saberes SUAS trouxe para MS experiências vividas em Brumadinho 

Evento realizado na Escola do SUAS/MS “Mariluce Bittar”, na Capital, trouxe para técnicos e gestores da assistência social de Mato Grosso do Sul, experiências vividas em Brumadinho (MG), após o desastre ambiental de janeiro de 2019. O evento, realizado ontem (12), contou com a mediação da titular da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), Elisa Cleia Nobre e pode ser revisto neste link.

“É uma grande oportunidade que temos de ouvir novas experiências e aprendermos também. Esse evento do Ministério da Cidadania também reflete a confiança no trabalho desenvolvido no Estado, na área da política da assistência social. É uma satisfação estarmos dentre os estados que cumpriram as metas de capacitações acordadas com o Ministério. Sem dúvidas estamos no caminho certo, capacitando os servidores dos 79 municípios e assim melhorando ainda mais o atendimento de nossa população”, destacou a secretária Elisa.

Christiane Nogueira, Norma Valência e secretária Elisa Cleia Nobre.
Em sua palestra, Christiane Nogueira, secretária municipal de Desenvolvimento Social de Brumadinho (MG) destacou os momentos difíceis vividos pela população do município após a tragédia. Ela também pontuou sobre o grande número de pessoas em situação de rua na cidade após o evento, a rede de ajuda que se formou e também a rápida presença dos instrumentos de assistência social no episódio. Em vários momentos a secretária se emocionou ao relembrar o momento.

Professora sênior do departamento e do programa de pós-graduação em ciências ambientais da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Norma Valência, fez considerações sobre o preparo dos profissionais frente à situação social e econômica das pessoas que sofrem com desastres.

“No âmbito dessa iniciativa absolutamente oportuna do Saberes Suas, nós precisamos dar o nome central do problema que os profissionais, os técnicos, supervisores e gestores enfrentam, que é a necessidade de fortalecimento da dignidade, da cidadania no Brasil”, disse a docente.

“A assistência social junto com a Defesa Civil, nesses eventos de calamidades, é a primeira que chega e a última que sai, a exemplo de Brumadinho e Mariana. Temos que fortalecer e qualificar nossos profissionais de forma constante”, declarou o diretor do Departamento de Gestão do SUAS, Miguel Ângelo Oliveira. Segundo ele, o Saberes SUAS é uma oportunidade de aprimoramento do serviço, tanto para os profissionais quanto para o cidadão.

Também participaram da mesa de abertura da Aula Magna o secretário municipal de Assistência social de Campo Grande, José Mário Antunes, a presidente do Conselho Estadual de Assistência Social, Tatiana Silvestrini, e a coordenadora da Escola do SUAS “Mariluce Bittar”, Patrícia Noleto.

Saberes SUAS

O objetivo do Saberes SUAS é oferecer melhores condições teóricas e técnicas para a expansão da capacidade e do alcance da educação permanente na assistência social, qualificando os trabalhadores que atuam nos serviços, programas, projetos e benefícios socioassistenciais desenvolvidos em unidades públicas e em entidades de assistência social.

Andre-Mazini-730x425

Servidor da UEMS atuará na melhor universidade da América Latina

Eleita em 2021 a melhor universidade da América Latina pelo QS World University Rankings, a Universidade de Buenos Aires (UBA) receberá a partir da próxima semana o assessor de popularização da Ciência da UEMS, André Mazini, para um intercâmbio de trabalho de curta duração. A experiência internacional de um mês foi viabilizada pelo Edital de Mobilidade Internacional que a Universidade lançou em 2021, incluindo participação de técnicos administrativos.

Sem-Título-1-730x425

“Aqui eu me sinto incluída”, diz visitante surda 

A professora do Centro de Capacitação de Profissionais da Educação e de Atendimento as Pessoas com Surdez (CAS), Flávia Martinez Ortiz é surda e a convite do Bioparque Pantanal conheceu e utilizou o sistema de acessibilidade implantado no complexo. Por meio dele, pessoas surdas, deficientes auditivas, cegas e com baixa visão terão a oportunidade de conhecer o espaço.

Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) realiza audiência pública interativa para prestação de informações sobre o aparente beneficiamento indevido na destinação de verbas públicas afetas ao Ministério da Educação e ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

Mesa:
diretor de Gestão, Articulação e Projetos Educacionais do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Gabriel Vilar;
presidente da CE, senador Marcelo Castro (MDB-PI).

Em pronunciamento, à bancada, senador Omar Aziz (PSD-AM).

Foto: Pedro França/Agência Senado

No Senado, diretor do FNDE fala sobre obras em creches e escolas

Em depoimento aos senadores na Comissão de Educação (CE) do Senado, nesta quarta-feira (11), o diretor de Gestão, Articulação e Projetos Educacionais do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Gabriel Vilar, afirmou que há 2.581 obras de escolas e creches inacabadas com recursos do fundo, aprovadas entre 2007 e 2022. Pelo levantamento apresentado aos parlamentares, o custo dessas obras é de R$ 2,389 bilhões. Mais da metade, cerca de R$ 1,274 bilhão, já foi pago.